quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Palavras sem nexo,e um coração vulnerável(talvez só faça sentido para mim)


Não sei bem como começar esse texto,mas sei que preciso muito escreve-lo,pois dizem que quando transformamos os sentimentos em palavras as coisas melhoram ou a dor fica um pouco mais leve e fácil de aguentar.
As coisas andam ruim ultimamente,de modo que sei que esse texto não vai ser um dos melhores,pois tudo oque pensei até agora foram em palavras sem nexo ( que apareceram na minha cabeça durante o banho),que só fazem sentido para mim.
Então acho melhor começar né?.Você sabe que as coisas estão ruins quando não reconhece as pessoas que ama,pois elas mudaram  tanto...sei que mudanças são necessárias e que é extremamente necessário se adaptar a elas,mas as vezes essas mudanças não são boas.
Também se sabe que as coisas estão ruins quando você olha em volta e se  vê caindo,o mundo está literalmente te empurrando,mas dessa vez não tem ninguém para te estender a mão e te segurar e se eu for parar para pensar agora,nunca houve ninguém.
Percebo que as coisas estão ruins quando tudo e todos  estão me cansando de modo que a minha visão está cansada de ver sempre as mesmas pessoas,fazendo as mesmas coisas,cometendo os mesmos erros idiotas,dizendo as mesmas besteiras e despejando todos os seus problemas em mim,como se eu já não tivesse problemas suficientes.
Malditas coisas ruins como se perder de si próprio e não se reconhecer a cada dia que passa.
Coisas ruins,como pessoas que te julgam e que acham divertido te fazer sofrer sem ao menos saberem  seu nome direito,se elas ao menos dessem uma chance as outras pessoas esse mundo seria muito melhor ..uma chance isso era tudo oque eu queria.
Uma chance para poder tenta arrumar as coisas,melhora-las de alguma maneira,mas isso está fora do meu alcance ,e não a ninguém nem algo para culpar,não adianta praguejar para o destino ou odiar o mundo(apesar por mais que eu odeie admitir, tenho começado a criar raiva dos seres humanos).
Hoje precisei ter um dia só para mim,talvez fazer um certo drama para poder ficar em casa e piorar aquela dor de garganta que nem está tão forte assim e totalmente suportável e acrescentar uma dor de cabeça,mas foi necessário. Porque apesar de no dia anterior não terem havido brigas,discussões,bate bocas ou algo do tipo,foi o máximo que eu pude aguentar,uma hora ou outra o copo(eu) não suporta a água(problemas) e transborda,ou se preferir outra metáfora eu simplesmente explodi.
E ontem parei para pensar,não é a primeira vez que tiro dias só para mim...longe disso.A pressão do mundo tem acabado comigo,e eu já não aguento mais ter que fingir que sou forte,por que NÃO SOU!,me sinto como um passarinho com a asa quebrada(me sinto ridícula ao dizer isso),tão vulnerável que qualquer um poderia acabar comigo.
Mas eu vou tentar de novo,e vou dar um jeito,afinal eu sempre dou um jeito né?.Sei que agora estou no final ,minhas palavras estão se esgotando,e que o texto foi perdendo o foco(eu avisei que algo desse tipo iria acontecer!),então queria terminar com um único pedido.
                                                  Deus só preciso de mais uma chance.

Sem comentários:

Enviar um comentário