quarta-feira, 9 de abril de 2014

Olhos Castanhos

Renato Russo O Filho da Revolução-Oficial | via Facebook
Você vê aqueles olhos castanhos?...olhos da garota que está sentada no fundo da sala,com o cabelo preto bagunçado,o batom vermelho borrado,e um sorriso idiota no rosto,a garota que não para de rir,uma risada que parece tão real,mal sabem o quanto seu rosto dói ao forçar essas expressões.
Ninguém sabe o que se passa atras deles,mas eu sei.
Aqueles olhos castanhos são a unica coisa que aquela garota gosta em si mesma,desde que tudo começou a cair.As paredes em torno de si tiveram de ser reforçadas,pois as coisas ficaram difíceis de novo...são tantas camadas,ainda ha alguma coisa ali dentro,ou o modo automático foi ligado e ela se foi sem que percebêssemos?.
Ninguém desconfia do que se passa por trás,ninguém sonharia com o que se passa por dentro.
Ela é uma bela garota...uma boa garota,com um coração cansado,confuso e melancólico,com um ar triste e indiferente,de que aquilo tudo já se tornou tão comum.
Todo dia quando acorda ela só quer que o dia acabe rápido.
Alguém pode salva-lá por favor?,ela está morrendo,caindo,tropeço,desmoronando,desaparecendo...desaparecendo,é isso,ela está sumindo como a areia que o vento leva.
Pobre garota,gosto tanto dela.
Mas outros não,pois eles insistem em levantar o dedo e julga-lá,como se soubessem tudo a seu respeito,eles não sabem nada,e se tudo seguir nesse ritmo,nunca saberão.
Eu sei,eu sempre saberei o que acontece ali dentro.
Existe uma garota,com inocente olhos castanhos,que se levanta todo dia sempre sem pretensão alguma,apenas rezando para a hora passar mais rápido,esperando que o por-do-sol apareça logo,e assim dia após dia,até que essa fase ruim acabe.
Ela luta.
Ela chora.
Ela corre.
Ela espera.
Ela morre.
Ela cai.
Ela fica em silencio,gritando o tempo todo.
Aqueles lindos olhos castanhos,só querem uma chance de ser feliz,e estão esperando pacientemente por ela,nem que ser paciente signifique enlouquecer de vez.
Aquela garota é uma tempestade.
Dane-se,não precisa ter sentido pra você.

4 comentários:

  1. Que lindo flor..me vi nessa crônica, no colégio me sentia assim por ser nerd..a estranha , a excluída...me emocionou de verdade..parabéns pois escreve muito bem.
    Bjs
    ateliedoslivros.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Simeia,eu adoro quando as pessoas se identificam com meus textos,fico muito feliz que tenha gosta,e obrigada por o elogio.
      Beijos.

      Eliminar
  2. Ai, amei seu blog, ele é tão fofo #Cute!

    http://henryquemckenzie.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar