terça-feira, 17 de junho de 2014

E por fim,ele se foi

solidao-vida
Te vi hoje,de novo,depois da vez em que eu achei ser a ultima,e as duas vezes que se seguiram depois dela.Nem cheguei a ver seu rosto,mas o modo de andar apressado,de um jeito tão seu,te denunciou na hora,não houve como não reconhecer.
As batidas desenfreadas do meu coração ensurdeceram meus ouvidos,uma loucura só minha,que graças a Deus,ninguém pode ouvir também.Mas naquele instante,eu poderia jurar,era como se fosse a primeira vez.
Você pode se considerar sortudo,é dono da maioria das minhas crônicas,porem nunca saberá disso.É algo que morrerá comigo,junto com todas as palavras entaladas aqui,as quais eu nunca tive,e terei coragem de lhe dizer.
Sabe querido?,você me fez crescer,e queria lhe agradecer por isso.Toda experiência é válida,não importa o quão boa ou ruim ela seja,a gente sempre aprende algo.E com você eu aprendi que mereço alguém que mova céus e montanhas por mim.Sei que tenho defeitos,os mais bizarros e incontáveis,talvez até infinitos(sem exageros,você sabe que eu gosto de falar sério,e pagar de adulta),e eu sei,que tem alguém lá fora,bem longe,ou aqui na minha rua,em outra cidade ou outro pais,enfim,nesse mundão afora,que um dia vai amar todos esses meus defeitos,assim como eu aprendi a ama-los.
Você é a minha fantasia de criança,semelhante a namorar o cantor de uma boyband,ficar trancada no shopping,ou estudar em Hogwarts.E,acho que você sabe também,que eu odeio mudanças e não abandono nada,bem lá no fundo,uma menininha ainda cruza os dedos pra ter um desses desejos realizados.
Chega a ser irônico ver como você caiu na minha perspectiva,soltei uma risadinha e abri aquele sorriso de canto de boca,ao pensar que,um dia,você estava na minha lista de coisas preferidas no mundo,e hoje,esta na...na verdade,nem esta em nada,esta perdido aqui dentro,deslocado,só esperando pra sair de vez.
Uma antiga professora de ciências minha disse que nunca esquecemos nada,não completamente,um filme,uma pessoa,um momento,um livro,uma piada,fica tudo ali,guardado na nossa mente.Um tempinho depois eu vim a concluir,ninguém esquece de uma pessoa,a gente só supera,e segue em frente,até que um dia,quando nos lembramos desse alguém,não sentimos mais nada,absolutamente nada.Por isso meu amigo,antes de clicar em um post cujo titulo seja,''como esquecer alguém em 5 passos'',ou qualquer outro titulo idiota que possa ser dado,não perca seu tempo,afinal,o esquecimento é algo natural.
Não posso afirmar que te superei,sou uma contradição tão grande,que nem posso te afirmar meus próprios gostos.Sei que seu sorriso,risada e voz,vão permanecer enfeitando meus sonhos,e dias entediantes,mas finalmente entendi,que isso não significa nada,e não preciso me sentir mal.Pensar em você se tornou algo vazio,um passatempo bobo,só por diversão,não exitem mais nenhum sentimento sobrevivente.
Bem,só escrevi esse texto pra te dar um tchau,e lhe desejar tudo de bom,do fundo do meu coração.No fundo também,está o desejo de que essa seja a ultima crônica escrita pra você.E que em breve eu possa dizer que,por fim,você se foi.
Ps:Ainda gosto mais de chocolate do que de você.

2 comentários: