sábado, 7 de fevereiro de 2015

Resenha: Jogos Vorazes - A Esperança

Bem, eu não faço a minima ideia de como começar essa resenha, mas tenho que escreve-la. Por que um livro tão fodastico como ''A Esperança'' merece, com toda certeza! A questão é que esse livro tem acontecimentos demais minha gente! E eu ainda tenho que falar sobre eles sem dar spoiler, é um pouquinho difícil né?
Ah, antes de qualquer coisa, sobre a qualidade dessas fotos: tá tenso né? Mas aguentem que um dia melhora. Enfim, vamos a sinopse:
'' Depois de sobreviver duas vezes à crueldade de uma arena projetada para destruí-la, Katniss acreditava que não precisaria mais lutar. Mas as regras do jogo mudaram: com a chegada dos rebeldes do lendário Distrito 13, enfim é possível organizar uma resistência. Começou a revolução.
A coragem de Katniss nos jogos fez nascer a esperança em um país disposto a fazer de tudo para se livrar da opressão. E agora, contra a própria vontade, ela precisa assumir seu lugar como símbolo da causa rebelde. Ela precisa virar o Tordo.
O sucesso da revolução dependerá de Katniss aceitar ou não essa responsabilidade. Será que vale a pena colocar sua família em risco novamente? Será que as vidas de Peeta e Gale serão os tributos exigidos nessa nova guerra? ''
Ouvi muitas pessoas dizerem que a primeira parte do filme foi parada. Mas perae minha gente! Foi super fiel ao livro, isso eu garanto. Principalmente por que: o livro começa com faíscas e depois pega fogo de vez. Se preparem para a parte dois, vai ser incrível! 
Esqueça Gale e Peeta! Escolher um cara é a ultima e menor preocupação de Katniss nesse livro. Após receber o titulo de Tordo, e dar coragem a população de Panem para que lutem por sua liberdade, a nossa heroína favorita (ao menos a minha) tem mais coisas com que se preocupar.O livro é frio e tenso. Se você ainda não tinha entendido os estragos e consequência de uma guerra nas aulas de história, vai aprender com a obra da maravilhosa Suzanne Collins. Tive vontade de entrar no livro e lutar ao lado dos rebeldes. Não tem como não se envolver na história. Quando você vê já esta lá, no distrito 13, na Capital, na mansão do Snow. Não dá pra saber em quem confiar, quem é bom ou mal, quem é aliado. Os sentimentos da Katniss se tornam os seus.
E o melhor de tudo é que a Katniss é uma personagem super normal. No livro você percebe bem isso. Ela não é tão corajosa assim, mas precisa ser. Ela tem inseguranças, e medos. E é mais impulsiva do que racional. Nem queria estar ali na verdade. Apenas queria ter saído viva dos jogos com Peeta ao seu lado, e voltar pra o distrito 12. É como o presidente Snow diz em Em Chamas: Ela não é uma líder. Só queria salvar a própria pele. Mas voltando a guerra...é simplesmente brutal! Miséria, fome, cadáveres por toda a parte. Quero que essa parte seja retratada direitinho no filme, mas se for ficar 100% vai dar um pouco de aflição hehe. Sem falar em todas as armadilhas espalhadas, não existe mais segurança nenhuma. Você da uma passo em falso e pronto! Uma bomba explode ou um bando de bestantes acaba com você (isso é spoiler?). 
Então já é esperado né? Você se apega a um personagem, e logo em seguida tem que dizer adeus. Vários personagens queridos morrem nesse livro (então quando for assistir ao filme, não se esqueça: separe um lencinho). E a morte deles é algo chocante! Mostrada de uma forma nua e crua. A própria Katniss não quer olhar pra trás, por que se pensar em todos os que já se foram, ela desaba (e os leitores vão junto).

Ah, e para os amantes de Peeta e Gale, esqueçam! Eles não são o foco desse livro. É claro que são importantes, muito importantes. Mas o foco mesmo é a luta para se livrar da opressão. E uma das coisas mais legais é ver como a população esta determinada a conseguir o que quer. Ninguem liga mais pra as consequências, muitos se sacrificam em nome da causa.
O final é surpreendente! CHOCANTE! DEVASTADOR! Me emocionei muito com ele, fiquei triste e feliz ao mesmo tempo. Digamos que, haviam mais vilões em volta de Katniss do que ela imaginava (foi uma dica só, nem venha reclamar! hehe). Mas essa não é a unica surpresa.
Ler esse livro foi como assistir a um jogo. Torci para que meus favoritos vencessem (ou simplesmente sobrevivessem). Vibrei, fiquei tensa e aliviada ao mesmo tempo. Chorei, sofri, e fui feliz em alguns momentos. Meu coração bateu acelerado na maioria dos capítulos.
Chega! Comecei a resenha sem saber o que falar, e acabei falando demais. Mas agora tenho certeza absoluta de que esse é o meu livro favorito. Estou contando os dias para a segunda parte dessa história nos cinemas. E se for ao menos 90% fiel, vai ser incrível! 
Fiz resenha do filme ''A Esperança- Parte 1'', se você quiser ver é só clicar aqui.


“Direi a eles como sobrevivo aos pesadelos. Direi a eles que nas manhãs desagradáveis, é impossível sentir prazer em qualquer coisa que seja, porque temo que essa coisa me possa ser tirada. É quando faço uma lista em minha cabeça com todos os atos de bondade que vi alguém realizando. É como um jogo. Repetitivo. Até um pouco entediante depois de tanto tempo. Mas há jogos muito piores do que esse.”

Espero que tenham gostado da resenha. Beijos, e até o próximo post ♥

7 comentários:

  1. Pelo visto você realmente é muito fã dessa saga ! Eu sou doida pra ler todos os livros possíveis e os filmes , não quero deixar chegar ao fim pra mim virar fã kkk
    Beijos e adorei !

    www.batom-veermelho.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está perdendo uma ótima saga Amanda hahaha.
      Tem que conhecer agora!

      Beijos.

      Eliminar
  2. Ah Paloma! Você me deixa com mais vontade de ler os livros e assistir os filmes! Nunca achei que essa saga fosse tão legal quanto você diz <3

    invisivelmenteeu.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Você nunca assistiu os filmes ou leu algum livro do saga Bia?!!!
      Tem que ver agora! A história é fantástica, não dá nem pra descrever. Amo demais♥

      Beijos.

      Eliminar
  3. Paloma eu estou babando no seu layout, super lindo, sobre o ultimo livro da trilogia Jogos vorazes, também fiquei devastada, não tem como não ficar né, com esse final, que vamos convir, não chega á ser feliz, é apenas um fim. mas a serie inteira nos deixa com os nervos á flor da pele! adorei a resenha!

    beijo!
    http://romanticadesegundaclasse.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Jeniffer!
      Realmente, esse final é triste e frio, mas tudo o que acontece é em nome desta causa nobre.

      Beijos.

      Eliminar
  4. Eu tenho que confessar que passei um bom tempo evitando assistir e ler essa trilogia porque NUNCA IMAGINEI QUE FOSSE FICAR TÃO OBCECADA POR ALGO ASSIM! Geeeeente do céu... Que livro, que filme!
    http://calmomila.com

    ResponderEliminar