sábado, 23 de maio de 2015

Resenha: Depois dos Quinze


Agora que o blog tá de volta preciso atualizar vocês sobre tudo o que tem rolado na vidinha dessa que vos fala. Inclusive sobre as minhas ultimas leituras. Se você me segue no instagram (@agarotainvisivel) sabe que o ''Depois dos Quinze - Quando Tudo Começou a Mudar'' foi o meu primeiro livro deste ano, ou seja, esta mais do que na hora de falar sobre ele aqui né?

Sinopse: Bruna Vieira tem 18 anos, é colunista da Revista Capricho e dona de um blog chamado Depois dos Quinze. Começou a escrever porque descobriu que o amor da sua vida era na verdade o amor de uma das centenas de fases que ela já viveu. Desde então, com a ordem das palavras escritas e compartilhadas nas redes sociais, Bruna superou a timidez, viajou para a Europa, fez duas tatuagens, mudou de vez para São Paulo e tornou-se uma das adolescentes brasileiras mais influentes da internet com milhares de fãs-leitoras-amigas-seguidoras. Nesse livro você encontra uma mistura de histórias, desabafos e segredos de uma garota que nasceu no interior, ama animais, usa boinas coloridas e ainda acredita no amor simples e verdadeiro.
A Bruna Vieira sempre foi uma das minhas grandes inspirações, desde 2012 quando conheci o blog dela. Foi nessa época em que ela anunciou que ia lançar seu primeiro livro, e eu lembro que apesar de nem conhece-la de verdade, fiquei super feliz por a garota mega talentosa que tinha vindo ganhar a vida na cidade grande. 

O ''Depois dos Quinze'' tem muito daquela antiga Bruna: nova, inocente, descobrindo o mundo de verdade, e tentando alcançar seus sonhos. Você vê isso em cada página. Não que hoje ela esteja completamente mudada, mas todos sabemos que ela se tornou uma mulher linda e super independente, um pouco diferente da garota que chegou sozinha em São Paulo. Mudanças são naturais e precisas, e só acrescentaram na escritora que, hoje em dia, é uma das blogueiras mais incríveis e influentes desse mundão.
Mas voltando ao livro. Ele é daqueles que você tem vontade de por em uma moldura, pra poder olha-lo todo dia, de tão lindo que é! A ilustração é da Giovana Medeiros, uma das melhores ilustradoras que eu já vi! A tipografia é super fofa, e as páginas são amareladas (♥). Sem falar nas fotos lindas no meio do livro.

Eu admito, não sou fã de livros de crônicas e contos. Adoro esse tipo de leitura, porem só as leio na internet mesmo. Comprei porque alem de ser lindo, não quero minha coleção de livros da Bru desfalcada.  
O que pegou é que a maioria das crônicas fala meio que sobre o mesmo assunto: o AMOR. E em certo ponto fica um pouco cansativo. Talvez o problema seja eu, que nem tenho uma vida amorosa pra entender do assunto. Mas sempre gostei mais das crônicas em que a Bruna fala sobre sair da cidade pequena e ir em busca dos seus sonhos, independente de onde eles estiverem. Ja disse isso na resenha de ''A Menina que Colecionava Borboletas'' (o outro livro de crônicas da Bru) clique aqui pra dar uma olhada.

As primeiras crônicas são um pouco bobas, e clichês, mas da pra entender, já que são da época em que a Bruna era bem novinha. 
Uma coisa que eu achei genial, foi que no finalzinho do livro, a Bruna escreveu 4 crônicas que se completam, e formam um conto. ''A carta da Esposa'' ''Confissões de um Chefe de família'' ''Pedidos do Novo Amor da sua Vida'' e ''Diário de uma Filha Solitária'' falam sobre uma traição em 4 pontos de vista diferentes.

E pra fechar com chave de ouro tem uma história chamada ''Vértices de um Amor'' que a Bruna começou no blog e terminou no livro.
''Certa vez, me disseram que existem duas maneiras de se envolver com um cara: se apaixonando por ele e o odiando. Pois bem, meus sinceros parabéns, você conseguiu as duas''

''Mas os piores caras ainda são aqueles que dizem adeus e ficam para sempre''

''Ele era sinônimo de sorriso, não de beijo''

''Sempre fui uma garota tímida, então eu enxergava barreiras onde, na verdade, só existiam pontes''

''Estou me curando, e, pela primeira vez, você não é meu único remédio''.
Ah! Também tem playlist no final ein? As músicas são ótimas.

Resumindo, o ''Depois dos Quinze'' é leve e da pra ler em algumas horas. Ainda prefiro o ''A Menina que Colecionava Borboletas'' pois são crônicas e contos de quando a Bruna Vieira já estava mais velha, portanto eles são mais maduros. E o fato de ele falar menos sobre amor e mais sobre liberdade também me ganhou. Mesmo assim eu ainda recomendo o DDQ.

Beijos, e até o próximo post ♥

4 comentários:

  1. Adorei a resenha, bem completa!
    Amo demais a Bruna e os livros dela são muito legais :)
    Grande beijo lindona ♥

    www.yasmin-sodre.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também adoro a Bru, ela é uma das minhas blogueiras favoritas. Os livros dela são ótimos <3

      Eliminar
  2. Ola
    ficou muito boa sua resenha e mesmo não
    sendo mais adolescente rs..fiquei com vontade de ler o livro
    te espero no meu blog

    http://arianetorrezandesouza.blogspot.com.br/

    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então leia Ariane, ele é bem adolescente, mas você pode gostar e até se identificar (ou simplesmente lembrar dessa época da vida).

      Eliminar