sábado, 11 de julho de 2015

Estreia: Cidades de Papel

Como em toda crítica de filme (na verdade não posso chamar de critica, porque raramente critico os filmes que assisto no cinema hehe) que eu faço aqui no blog, já vou avisando de inicio, sou péssima em fazer resenhas, simplesmente péssima! Eu sempre solto spoiler, então fica a seu critério ler ou não. Mas antes de eu dizer qualquer coisa, vamos a sinopse.

Sinopse:
A história é centrada em Quentin Jacobsen (Nat Wolff) e sua enigmática vizinha e colega de escola Margo Roth Spiegelman (Cara Delevingne). Ele nutre uma paixão platônica por ela. E não pensa duas vezes quando a menina invade seu quarto propondo que ele participe de um engenhoso plano de vingança. Mas, depois da noite de aventura, Margo desaparece – não sem deixar pistas sobre o seu paradeiro.
Cidades de Papel já estava na minha lista de filmes favoritos desde antes de ser lançado. Desde que li o livro, que o elenco foi escolhido, que o trailer saiu... e já tem até um poster enorme do casal de protagonistas na minha parede a um certo tempo (acordo com a Cara Delevingne me olhando ♥). Ou seja, depositei muita expectativa no longa, e rolou até um medinho de me decepcionar com a adaptação de um dos meus livros favoritos.

Mas vamos falar logo sobre o filme. Se você preferiu ler o livro antes de assistir, fica tranquilo, não posso dizer que esta 100% fiel, mas 90% esta. Me senti lendo novamente. Era como se tivessem feito o filme baseado em como eu o imaginei. Os 10% que eu não dei é devido ao final, eles mudaram um pouquinho o fim do livro. Mas que saber? Eu achei bem superior, o livro acaba um tanto vago, já o filme da o ponto final que a gente precisa. 
Vai rolar spoiler agora
Assiti várias entrevistas com o John Green esses dias (já que ele veio pro Brasil) e em uma delas ele disse que achava o filme bem melhor que o livro. Eu não chego a tanto, vou sempre preferir os livros ♥ Mas olha, se tratando de Cidades de Papel, acho que amo os dois da mesma forma. As adaptações de livros do John são sempre fieis, e muito boas. Até as partes que eu achei que eram dispensáveis eles colocaram. Como o fato dos pais do Radar terem a maior coleção de Papais Noeis negros do mundo, ou o apelidinho carinhoso do Ben "Mija Sangue" (chorei de emoção por terem posto essas partes <3).
Alias, o Radar é um dos meus personagens favoritos no filme. Sempre sério, e com cara de indiferença, mas cheio de frases irônicas e engraçadas. Ele também é a coisa mais fofa do mundo quando se trata da namorada Angela. Já o Ben é o responsável por a maior parte das cenas engraçadas. Ele é aquele amigo que todo mundo tem, o que NUNCA leva nada a sério (sinto muito por esse SPOILER gente, mas amo fortão a cena deles cantando a música do  pokemon na casa abandonada).

O ritmo do filme é bem mais rápido do que o do livro, é claro. No livro eles dão uma enroladinha pra encontrar a Margo (o Q tem que voltar na casa abandonada várias vezes) mas acho que isso conta um ponto positivo pro longa.
amo fortão essa cena ♥
Só senti falta de uma coisa. Ao longo do livro, Quentin vai conhecendo de verdade quem era Margo Roth Spiegelman, ou melhor, vai percebendo que ela não era aquilo que ele idealizava, ela era só uma garota. Mas na adaptação ele passa todo o tempo achando que ela é seu ''milagre''. O bom é que no fim ele acorda pra vida, estava na hora né migo?

Ah, e só pra atiçar a curiosidade de vocês: rola uma participação super especial (e linda) no filme, o cinema inteiro foi a loucura, só ouvi gritos e suspiros (eu me controlei...um pouco).
O filme e o livro me passaram mensagens um pouco diferentes. Pra mim, o filme fala sobre amizade, e nossos milagres pessoais.

Pronto gente, só vou fechar dizendo que a trilha sonora do filme é demais (Smile, Search Party e Falling ♥).
E quer uma dica de amiga? De um tempo, e acalme os ânimos. Não vai assistir o filme agora não. É meio tenso assistir com uma sala lotada de adolescentes fanáticas e eu devia calar a boca porque também sou uma. Só fui na estreia porque o coração não estava aguentando.

Pronto, agora acabei, acho que falei demais né? Beijos e se cuidem.

10 comentários:

  1. Heey!!
    Eu já li Cidades de Papel e quero muito assistir ao filme!! Pelo visto é excelente hahah, também gostei muito do elenco ^^
    Abraços =)
    Blog - Desbravando o Infinito

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O filme é incrível Guilherme, você não vai se arrepender de assistir!

      Eliminar
  2. SMIMLE,THE WORST YET TO COME, WE'LL BE LUCKY IF WE EVER SEE THE SUN <3
    Geeeeente do céu, e a vontade de ver esse filme mana? Mas tô controlando o meu coraçãozinho aqui dentro, sabe? Como cê disse, uma adolescente fanática gritando no meio do cinema toda vez que o Nat surge na tela (vulgo o filme inteiro) dá certo não, né? Daí vou esperar sair em DVD (saiba que desde já aceito de presente haha) :3.
    Um beijo ;*
    http://calmomila.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Camilaaaaa o filme ta tão lindo! Você vai amar!
      Menina, faz isso mesmo, da um tempinho, porque as sessões desse filme estão todas lotadas.
      Beijos.

      Eliminar
  3. Li o livro, mas ainda não tive tempo de assitir ao filme, estou super ansiosa! ♥
    http://blog-reinventar.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tanto o livro quanto o filme são maravilhosos <3

      Eliminar
  4. Também assisti o filme na estreia e me arrependi, muita gritaria haha'
    Mas adorei o filme do mesmo jeito!
    http://historiasdeumamenteinquieta.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem me fale Lídia, gritaria demais! Mas valeu a pena da mesma maneira.

      Eliminar
  5. Depois de ler esse post estou ainda mais ansioso para ir assistir. É muito amor por esse livro, e Cara deve está incrível nesse papel. Quero muito ir assistir <3

    ANDYZANDO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredita que eu li em alguns sites que a atuação dela não foi boa?! Tudo mentira, a Cara foi incrível!! haha
      Beijão <3

      Eliminar