sábado, 17 de outubro de 2015

Resenha de filme: Maze Runner - Prova de Fogo

Título Original: Maze Runner: The Scorch Trials
País de Origem: Estados Unidos da América
Gênero: Ação, Ficção Científica, Thriller
Duração: 130 minutos
Ano de Lançamento: 2015

Sinopse: Thomas (Dylan O’Brien) e seus companheiros Clareanos vão encarar seu maior desafio até agora: procurar por pistas sobre a misteriosa e poderosa organização conhecida como C.R.U.E.L. Sua jornada os leva até O Deserto, um cenário desolado repleto de obstáculos inimagináveis. Unindo-se com lutadores da resistência, os Clareanos desafiam as forças superiores da C.R.U.E.L. e descobrem seus terríveis planos para todos eles.
 
Dia desses fui ao cinema assistir o tão aguardado Maze Runner - Prova de Fogo. Eu estava ansiosa por a sequencia desde que sai da sala de cinema ano passado, quando assisti ao incrível Correr ou Morrer. E posso dizer que nesse novo filme temos muito mais história com a qual lidar, os clareanos ainda lutam por a sobrevivência e para entender o que realmente os mandou para o labirinto, mas agora o cenário é ampliado. 

O filme se inicia exatamente aonde o outro parou, os clareanos agora foram ''resgatados'' e estão em um lugar com várias pessoas iguais a eles, garotos e garotas que viviam trancafiados em labirintos por o mundo todo. Mas Thomas, impaciente e ágil como é, logo percebe que aquilo não era o paraíso
na terra, e que havia algo muito errado com o lugar.
Logo os garotos descobrem o que realmente se passa naquela sede, e veem que os anfitriões da C.R.U.E.L não são pessoas tão boas quanto tentam aparentar ser. Após a descoberta, os jovens fogem do local e partem em busca de um grupo que possa ajuda-los a combater a instituição C.R.U.E.L. Mas para alcançar esse objetivo eles terão que sobreviver a alguns dias em um deserto.

E é aqui que entram os efeitos especiais e cenários incríveis. Em Prova de Fogo o mundo todo foi devastado e só o que restou foram escombros e um deserto que parece ser infinito. As cenas de luta em meio a tanta destruição são maravilhosas e até inacreditáveis, isso rende vários pontos positivos ao filme. Este deserto também esta infestado de Cranks, ou seja, as pessoas que foram contaminadas por o tal vírus que destruiu a terra. Os Cranks são basicamente zumbis, o que é um tanto clichê, mas não faz o filme ser menos bom.
Em Prova de Fogo também temos alguns personagens novos que vão se juntar a Thomas e seu grupo. Todos eles são ótimos, e ao final do filme você já tem novos personagens pelos quais torcer (alias, acho que temos uma nova concorrente a ganhar o coração do Thomas).

Apesar de o longa ser considerado teen ele tem muita ação! E consegue manter esse ritmo o tempo todo, sem ficar cansativo. Destaque para as cenas em que o Thomas sempre passa raspando por algum lugar no ultimo segundo possível (marca registrada de Maze Runner).

O final do filme é surpreendente (agora acho que nem tanto, já que esse spoiler rola solto na internet) mas uma traição a Thomas e seu grupo vai fazer todo mundo sair do cinema revoltado. 

Trailer do filme:
Se você quiser conferir minha resenha de Maze Runner - Correr ou Morrer é só clicar aqui

Espero que tenham gostado do post! E se vocês já assistiram ao filme me contem suas opiniões aqui nos comentários.

7 comentários:

  1. Eu estou louca para ver esse filme! PARA DE DAR SPOILER kkkkk, depois de ter lido esse post meio que até acabou a graça kkkkkk
    Beijos linda!

    www.batomveermelhoblog.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Amanda, não falei nada que não apareça nos trailers ou nas resenhas da internet ;)
      Beijos gata.

      Eliminar
  2. Vejo muita gente falando sobre esse filme, mas ainda não tirei tempo para assistir nem o primeiro. Não sei, não me sinto tão atraído por ele, é meio vibes jogos vorazes que no caso prefiro mais. Enfim, quem sabe eu não assista e mude de ideia, mas só se ter a Kaya no elenco já pretendo ver.

    ANDYZANDO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bem vibes Jogos Vorazes (não tão legal quanto ele, claro!) mas ao mesmo tempo é meio diferente. A ideia é a mesma, mas vale assistir se você curto esses universos distópicos, e muita ação (e correria).

      Eliminar
  3. nunca me interessei pelo livro, mas meu amigo me falou e to afim de ler para poder ver o filme depois, gostei da resenha, fiquei afim de ver, agora vou correr para comprar o livro, ler para ver o filme.
    rebeldiaemv.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se você ler, faça uma resenha sobre ele no seu blog Marjorie! Eu adoraria ver, principalmente por que ainda não li o livro e quero saber as diferenças entre os dois.

      Eliminar