terça-feira, 22 de dezembro de 2015

Sobre o tamanho do meu short

Esse texto vai ser um pouco sério ok? Nada de crônica, só um relato de algo que aconteceu na minha escola antes dessas férias. Vou tentar ser bem direita, já que esse post vai ficar longo, mas gostaria que vocês tirassem suas próprias conclusões e me contassem nos comentários.
Todo ano minha escola organiza uma ida a um parque de diversões, e em 2015 não foi diferente. Porém, alguns dias depois do tal passeio, todos os alunos que foram ao parque acabaram sendo chamados para uma reunião com as coordenadoras da escola. O assunto da reunião era a roupa que as alunas haviam vestido no dia do passeio. Segundo a coordenação, os shorts das meninas eram curtos demais.
Foi então feita uma dinâmica com os meninos e meninas da sala. Os meninos, tinham de recortar imagens de mulheres e separar em três categorias: ''pegaria'', ''casaria'' e ''não faria nada'' (essa ultima pra se referir as mulheres que ''não tinham utilidade''). Como se a roupa que alguém usa definisse o caráter dela. Como se o tamanho de um short dissesse que eu não presto pra casar, ou não presto pra nada!
Já as meninas, tinham de recortar imagens de mulheres que elas contratariam para suas empresas quando fossem adultas. Mas, até onde todo mundo sabe, as roupas que se usam em uma entrevista de emprego e as roupas que se usam em um parque são coisas totalmente diferentes! Não ha nem como comparar. A menina que usa um short curto em um parque, pode ser aquela que usa uma roupa social em uma entrevista de emprego. A roupa não vai definir a capacidade que ela tem de ocupar uma vaga.
Nessa reunião também foi mostrado um vídeo onde uma psicóloga falava sobre a diferença de ser vulgar e ser sensual. A partir dai entende-se então que todas as garotas que estavam presentes no passeio eram tidas como ''vulgares''.
As alunas ainda tiverem de ouvir coisas como ''vocês envergonharam essa escola'', ''os homens se sentem constrangidos quando vocês se vestem dessa forma'' e quando alguém tentava se manifestar ouvia logo um ''não quero a sua opinião''. As coordenadoras chegaram a medir um short, para mostrar qual tamanho devemos usar. Como se não tivéssemos mas o direito a escolha própria.
Nessa reunião a mensagem passada foi a de que nós meninas deveríamos aprender a nos portar, mas quando um garoto falava alguma gracinha do tipo ''gostosa'' ou ''delicia'' se referindo as mulheres durante a dinâmica, as coordenadoras davam risada. Por que isso é tido como normal?
Enfim, as alunas não tiveram direito a fala durante a reunião, e ainda foram obrigadas a ouvir desaforos.
Eu, como mulher, enfrento a desigualdade de gêneros todos os dias, mas essa é a primeira vez que o machismo acontece de forma tão explicita no ambiente que frequento.  É triste ver isso acontecer na escola, um lugar que serve para nos ensinar, nos passando valores e conceitos tão errados. Sinceramente, me parte o coração ver isso acontecer.
Agradeço por a atenção.

6 comentários:

  1. Que absurdo isso que aconteceu na sua escola! Será que as coordenadoras realmente poderiam agir dessa forma?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente tem uma galerinha que deixa o ''poder'' subir a cabeça. Ai pensa que tem o direito de dizer o que as garotas devem vestir. Gente sem noção né?

      Eliminar
  2. nossa, que horror, eu tenho medo de vestir certas roupas as vezes por causa do que as pessoas vão pensar mas eu logo paro e penso, e dai? minha roupa não me define. e muito ruim que isso tenha acontecido no ambiente escolar, minha escola tem regras mas nunca fui chamada nem algumas amigas por causa dos nossos shortinhos.
    rebeldiaemv.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu nunca esperei que isso fosse acontecer dentro do meu ambiente escolar Marjorie. Mas serve pra gente entender que o machismo é um mal impregnado em todos os lugares, e que devemos lutar contra ele!

      Eliminar
  3. Amei o post <3 É horrivel essas pessoas que ficam rotulando pelo tamanho do short ou cor do batom que agr estão todos falando. Roupa ou seja lá o que você use não define quem você é!É uma sociedade muito machista mesmo :/
    Beijos,Laís Scagliusi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é triste </3 Normalmente você já é rotulado por um monte de banalidades: seu estilo musical preferido, seu cabelo, o lugar onde vive...Mas se você é mulher, a situação é pior. Use um short ou um batom vermelho e será considerada puta apenas por isso. Realmente, uma sociedade muito machista!

      Enfim, fico feliz que tenha gostado do post Laís :)

      Eliminar