sábado, 24 de setembro de 2016

Resenha: Invocação do Mal 2

Eu tenho um caderno onde anoto todas as minhas idéias para post. Ele é repleto de listinhas e uma delas tem como tema resenhas de filme que vi no cinema. Sei que o certo seria postar as resenhas enquanto os filmes ainda estão em cartaz, mas a minha lerdeza não me permite cumprir tal ato. Enfim, faz parte (insira aqui o emoji da menina de camiseta rosa com a mão virada em sinal de ''fazer o que né?''). Dia desses abri o tal caderno e vi que ainda não havia falado sobre Invocação do Mal 2 aqui no blog. Então hoje resolvi compartilhar com vocês minhas opiniões sobre o segundo longa do casal Warren (relaxa que não vai rolar foto daquela freira sinistra não).

Eu não sou a maior fã de filmes de terror que existe nesse mundo, embora de vez em quando curta assistir algum para sentir aquele medinho saudável. Normalmente nunca encontro algo com uma história convincente, ou com atores bons, ou que realmente apresente uma atmosfera de medo. No geral sempre coloco expectativa em longas que no final não passam de roteiros forçados. Na verdade, assisti Invocação do Mal 2 no cinema por que as sessões de Como eu era Antes de Você haviam esgotado. Mas calminha minha gente, isso não quer dizer que o filme é ruim não.
Resultado de imagem para Invocação do Mal 2 Vera Farmiga
Eu já havia assistido o primeiro filme dessa franquia no ano passado, e me admirei com a qualidade dos efeitos e com a atuação dos atores (sou suspeita pra falar por que amo a Vera Farmiga). Então torci para que a qualidade se mante-se nessa continuação, que possui os mesmos protagonistas mas conta uma história diferente.

Dessa vez nós conhecemos uma família atormentada por um espirito que reside em sua casa (ok, não é muito original). Espirito esse que, por algum motivo, decidiu que infernizar a vida da filha mais nova seria uma boa. A garota sofre horrores com manifestações poltergeist e depois de uma certa
resistência os Warren, que haviam desistido de se envolverem em casos assim e que decidiram 
dar apenas palestras, resolvem ajuda-la.
Resultado de imagem para Invocação do Mal 2
Enquanto o casal observa os fenômenos sobrenaturais que acontecem na casa, uma história paralela vai se desenvolvendo. Lorraine teme pela vida de Ed depois de uma visão que teve enquanto resolviam o caso de Amityville e o telespectador não entende qual a conexão desse evento com resto do filme. Spoiler: no final tudo faz sentido e é feito uma junção das duas narrativas. 

Adianto que o fim do filme tem um plot twist doido (aquelas reviravoltas sabe?) e que quem assiste percebe que nada daquilo do que havia imaginado sobre a conclusão está certo.
Resultado de imagem para Invocação do Mal 2 Vera Farmiga
Invocação do Mal 2 não me apavorou, eu confesso. No dia em que assisti consegui dormir tranquila e não sonhei com freiras macabras ou possessões demoníacas. Acho que isso se deve ao fato de que eu tenho aflição a coisas mais sutis, como longas de terror psicológico, onde pouca coisa acontece mas o clima é de tensão a todo instante. Porém, tenho que admitir que o diretor James Wan conseguiu criar uma atmosfera de medo em vários momentos do filme, que chegaram a fazer com que eu apertasse forte o braço da poltrona do cinema (sempre procuro algo pra apertar quando estou tensa haha).

Eu diria que esse é um filme de sustos. Onde você sabe que a qualquer momento algo vai surgir repentinamente na tela e disparar seu coração. E olha que são vários sustos ein? A trilha sonora contribui e muito para isso. 
Resultado de imagem para Invocaçâo do mal 2
A fotografia também é ótima. Tem aquele ar melancólico e triste, onde tudo é bem cinza e apagado. Já o cenários e roupas deixam claro que o que se quer é transportar o telespectador para os anos 70.

Outro ponto positivo são as atuações, que te fazem acreditar na história e se envolver com ela. A Vera Farmiga (Lorraine) está maravilhosa como sempre e o meu crush Patrick Wilson (Ed) até me fez querer investigar casos paranormais também (mas a vontade passou rapidinho). Porém, o destaque mesmo fica com a Madison Wolfe, atriz que interpreta Janet Hodgson, a menina que sofre as possessões e afins causadas pelo espirito na casa. A garotinha consegue transmitir todo o medo e sofrimento que a personagem exige.
Resultado de imagem para Invocação do mal 2 casal warren
Resumo da ópera? Eu indico sim o filme para vocês. É um longa de terror de qualidade, com uma história convincente e que, apesar de não te deixar com medo de ir ao banheiro (por que pra mim esse é o ápice do medo haha) vai te gelar o coração em alguns momentos.

Ah, e o filme é baseado em fatos reais ein? (sempre bom avisar). Esse gif do Chaves me representa:

Resultado de imagem para gif chaves com medo
 Trailer do filme:
Ah, não posso esquecer de recomendar a série Bates Motel, para quem quiser ver um pouquinho mais da Vera Farmiga em ação e para quem gosta de um suspense mais sutil. E alias, se você quiser saber um pouquinho mais sobre o caso que deu origem ao filme clique aqui e assista a esse vídeo do Canal Assombrado, um dos meus canais preferidos no youtube.

Espero que tenham curtido a resenha pessoal! Me contem aqui nos comentários se já assistiram ou pretendem assistir a Invocação do Mal. E deixem suas sugestões de filmes de terror também ok?

Beijão ♥

Sem comentários:

Enviar um comentário