domingo, 11 de março de 2018

5 mulheres incríveis para acompanhar

Imagem relacionada
Dia 8 desse mês foi o dia das mulheres e eu queria muito poder ter escrito algo sobre essa data que, pra mim, é mais sinônimo de luta do que de homenagens e rosas. Acabei não podendo por falta de tempo (pensa em um dia cheio de correrias e compromissos), mas prometi pra mim mesma que ainda essa semana viria aqui escrever sobre mulheres que me inspiram. E foi difícil tornar essa lista pequena, porque tem tanta mulher foda por ai me fazendo ter orgulho do meu gênero! Decidi então que essa lista ia ser só sobre minas que trampam no YouTube e que enchem meus dias de inspiração e vontade de fazer o mundo ao menos um pouquinho diferente. Uma vez eu li um texto da Bruna Vieira (outra garota que eu admiro demais) falando sobre a importância de se escolher direito as pessoas que vamos acompanhar nas nossas redes sociais porque, querendo ou não, o conteúdo delas irá nos influenciar de alguma forma e, talvez, a gente até procure se parecer um pouco com elas. Por isso quero contar pra vocês quem eu não me arrependo de ter dado follow. Pessoas reais, com vidas reais e mensagens incríveis. São cinco minas que vão tornar esse post meio longo, porque gosto muito de falar sobre elas, então vou encerrar a introdução por aqui e parar de enrolar.
Conheço a Ellora desde o ano em que ela se tornou parte da galera Capricho e tinha um canal no youtube com mais algumas amigas, o que rolou em 2016 se não me engano. Achava incrível a energia dessa garota e sempre que via um vídeo dela me sentia mais felizinha. Sabe aquela pessoa que, independente do assunto que estiver falando, transmite uma coisa boa na fala e no olhar? Olha, eu não costumo descrever as pessoas de uma forma tão "humanas", mas é impossível não falar da Ellora assim. Quando ela criou um canal só seu no youtube eu fiquei super empolgada, porque sabia que viriam muitas coisas boas, e não foi diferente. O conteúdo dela é bem real, falando sobre autoestima, sexualidade, feminismo, relação familiar e mais um monte de outras coisas (algumas só descontraídas, sem tanta polêmica assim). Amo ela colocar tudo de si mesma naquilo que faz, e isso fica muito claro ao ver qualquer vídeo do canal. Ela transparece o fato de que cada tema abordado é ligado de alguma forma a sua vida e isso faz com que nos identifiquemos facilmente.

Recentemente um vídeo da Ellora viralizou e o crescimento do canal que eu sempre percebi ser progressivo, se tornou muito acelerado de uma hora pra outra. Talvez vocês até já conheçam ela através do "Tour Pelo Meu Corpo", que gerou bastante debate. É estranho perceber que o público dela já não é uma comunidade tão "restrita" com pessoas mais parecidas. Antes era bom notar que todo mundo que a acompanhava era meio que uma família. Agora, volta e meia leio uns comentárioa de haters por lá e os assinantes da Ellora já são de grupos bem diversos. Mas de qualquer forma, vale MUITO a pena acompanhar o conteúdo da garota. E vamos combinar, o YouTube precisa de alguém real bombando também né?
Não tenho muito que dizer da Jout Jout porque acredito que vários de vocês já tenha visto ao menos um vídeo dela, levando em consideração que alguns deles também já viralizaram (afinal, quem não viu "A Falta Que a Falta Faz"?). Mas sempre que eu puder vou mencionar essa mulher, seja aqui no blog (como inclusive já aconteceu), seja em conversas com amigos. Adoro tudo no canal dela! AMO os temas que ela aborda, que vão desde coisas muito pequenas do nosso cotidiano, até assuntos mais importantes, como relacionamento abusivo. E também AMO como nada aquilo é roteirizado, como ela só se senta em frente uma câmera e conversa com as pessoas da forma mais autêntica, verdadeira e, principalmente, simples. Li uma frase dela uma vez e nunca me esqueci. Era algo como: quando você fala de um assunto de forma simples, ele se torna simples também. E esse é o resumo perfeito do que é o canal dela: coisas que soam extremamente polêmicas ao ouvido da maioria, mas que ganham um tom leve e descontraído através dela. É incrível como ela ajuda a desconstruir coisas que nós trazemos conosco há tempos e "destabuliza" temas que, na verdade, nunca foram tão grandes assim. AAAAAA EU AMO ESSA MULHER ♥
A Maíra Medeiros eu já conhecia por conta de um vídeo ou outro, mas só vim acompanhá-la de verdade esse ano, provavelmente por conta dos meninos do Diva Depressão, que são amigos dela e sempre fazem umas colabs juntos. É claro que ela já está entre as minhas melhores "novidades" desse ano né? Que mina MA-RA-VI-LHO-SA! Adoro as roupas e cabelos super coloridos dela, esse estilo que muita gente julga "diferentão", mas que na verdade é só uma forma maravilhosa de expressão (aliás, todos nós tínhamos que trazer o que temos por dentro, para o lado de fora também, né não?). A Maíra fala de feminismo sem, desculpe a expressão, "papas na língua", sendo direta e clara naquilo que quer dizer. Além de mais, ela também da uma lição de autoestima em geral, mostrando que uma mulher gorda pode usar/fazer o que bem entender. Ah, como ela me inspira! E, aliás, ela também solta uns vídeos bem engraçados, mostrando os seus acúmulos (quem se identifica?) e contando umas histórias doidas da sua vida. Sigam o Nunca Te Pedi Nada, canal dessa mulher, porque além de se informar você vai se divertir muito!
Não sei já cheguei a falar sobre a Victoria Ferreira aqui, mas, se já falei, vou falar de novo. O canal dessa menina é um balde de inspiração pra mim. Não só por ela fazer jornalismo e sempre dar uns updates da vida na faculdade, que é a que quero cursar, e nem por ela ter um estilo minimalista que me encanta, mas porque, antes de qualquer coisa, ela é muito inteligente! Sempre rolam vídeos de discussões importantíssimas no canal dela, como "Lugar de Fala", "Responsabilidade Afetiva" e "Relacionamento abusivo". Além do mais, da pra aprender muito sobre o feminismo por lá, já que a garota sempre compartilha seus conhecimentos/aprendizados no movimento com seu público. Ah, e eu não posso deixar de dizer que Victoria também é alguém muito real, sempre falando sobre situações pelas quais todos nós passamos, e abordando temas como ansiedade, depressão e medo do futuro. Aliás, ela também tem um blog e escreve super bem, não deixem de passar por lá!

O canal da Mandy eu também já conheço a um bom tempo e acabei caindo por lá através dos depoimentos dela sobre seu processo de transição. Sim, ela é uma mulher trans e volta e meia aborda o tema em seus vídeos, falando sobre a aceitação da família, a vida antes de se declarar trans, as mudanças no corpo e mais alguns outros tópicos relacionados. Acho tão maravilhoso ela compartilhar suas experiências com as pessoas, porque imagino o quão difícil deve ser pra muita gente se considerar diferente da maioria e não ter ninguém pra conversar sobre isso. A Mandy ajuda muitas outras mulheres e homens trans a se entenderem, se aceitarem e, principalmente, se amarem. E me fala, como não se inspirar em uma mina que, além de ajudar tantas pessoas, ainda nos mostra que o melhor que a gente pode ser na vida somos nós mesmos? Verdadeiros e sem receio nenhum disso? Poderosíssima né non?
Num futuro próximo eu venho aqui falar sobre outras garotas que me inspiram, porque essa lista ainda não chegou ao fim. E peço que vocês me indiquem nos comentários mulheres com mensagens legais como as desse post, cujo trabalho vale a pena ser acompanhado!
Enfim, antes de ir eu só quero lembrar: todo dia é dia da mulher, então todo dia é dia de lutar.
Um beijão e até o próximo post ♥

Sem comentários:

Enviar um comentário