segunda-feira, 18 de junho de 2018

Amar tá liberado

No começo desse mês aconteceu a vigésima segunda edição da Parada LGBT de São Paulo (a.k.a a maior do mundo). Já virou quase que uma tradição minha com as minhas amigas irmos até a Paulista nesse dia pra celebramos, junto com aquelas milhares de pessoas, o amor. Não sou parte dessa comunidade, é fato, afinal, sou hétero e cisgênero e se você olhar de longe parece que esse assunto não diz respeito a mim. Mas eu não concordo totalmente com isso, acho que, em parte, eu e qualquer pessoa que acredite no amor como um direito humano, tem relação com isso. Já ouviram aquela história de que "enquanto seus irmãos e irmãs não forem livres você não será também"? É nisso que eu acredito. E levando em consideração que a grande maioria dos meus amigos pertence à comunidade LGBT, eu quero, da maneira que puder, demonstrar meu apoio a eles. Afinal, quem fere quem a gente ama nos machuca da mesma forma né?
Bem, esse ano, em relação ao ano passado, foi muito mais legal e sem tretas. Eu provavelmente cheguei a dar uma comentada aqui no blog, mas ano passado foi uma tragédia total. Fui com um grupo gigantesco, todos nós nos perdemos, teve gente que foi roubada e as multidões indo em direções contrárias quase jogaram a gente no chão. Esse ano foi bem mais organizadinho, além dos mapas que a prefeitura espalhou pra todo mundo saber se localizar, fui com um grupo bem reduzido e tomamos o maior cuidado do mundo com nossos pertences. Sei que aquele tanto de gente pode parecer assustador, mas se você tomar um pouquinho de cuidado vai ser bem tranquilo e MUITO divertido. Nós gritamos, cantamos, pulamos com Pabllo Vittar e dançamos a Conga com a Gretchen cantando ao vivo. Além disso, vi minha drag favorita (GLORIA GROOVE DO BRASIL MORES) e outras maravilhosas que eu amo de coração. É uma experiência e tanto sabe? Do tipo que você precisa viver pelo menos uma vez na vida. O dia foi tão incrível que me fez esquecer o frio que estava.
Mas bem, o que eu queria mesmo, além de compartilhar minhas impressões sobre esse evento de resistência e liberdade (para amar e para SER quem se quer ser), era mostrar pra vocês alguns clicks desse dia lindo :) Espero que gostem! ♥
Um beijo no coração de vocês e até o próximo post!

Sem comentários:

Enviar um comentário